O Córrego Feio é Bonito

 Córrego Feio, fonte de água para Patrocínio

O Daepa mantém ótimo estado de preservação do Córrego Feio devido ao projeto de preservação “O Córrego Feio é Bonito”. Isso porque a parceria do Daepa com a ANA - Agência Nacional de Águas já está rendendo bons frutos. 
 
Através de um convênio, intermediado pela ANA, entre o Daepa e Caixa Econômica Federal (GIDUR – Gerência de Desenvolvimento Urbano e Rural), será disponibilizado um recurso no valor de 600 mil reais para o Projeto “O Córrego Feio é Bonito”, onde o Daepa entrará com uma contrapartida de 10% do valor global. Medidas para conservação do solo, recuperação de matas ciliares, saneamento básico, recuperação de estradas e educação ambiental, são prioridades do projeto.
 
O Córrego Feio habita hoje o Pato Mergulhão, uma das espécies de patos mais ameaçadas do mundo. Sua extinção está prevista para os próximos dez anos. A ave é um bioindicador, vive apenas em rios com mata ciliar preservada e com água extremamente limpa.
 
O Projeto já conta com uma série de informações cartográficas (topografia, MDT), ambientais (mapas de solos, uso do solo, hidrografia), fundiárias (propriedades), viárias (estradas vicinais) e um diagnóstico ambiental e socioeconômico aprofundado da bacia, bem como um projeto básico preliminar sobre o dimensionamento das obras de conservação da água e do solo. 
 
A proposta aprovada pela Caixa Econômica Federal consiste em um projeto de Recuperação Ambiental da Bacia do Córrego Feio no Município de Patrocínio - MG. Este projeto abrange a recuperação ambiental do principal manancial da cidade de Patrocínio, através de obras de conservação da água e do solo, visando à redução da erosão e da sedimentação, e consequente melhoria da quantidade e da qualidade de água. 
 
Espera-se que, com a implantação do Projeto, que seguirá a filosofia do “Programa Produtor de Água” da ANA, as taxas de erosão e sedimentação na bacia sejam reduzidas em pelo menos 50%, e o escoamento de base no período de estiagem aumente em cerca de 30%, o que diminuirá os riscos de desabastecimento de água da cidade. 
 
Objetivos do projeto:
 
- Reduzir as taxas de erosão e sedimentação na bacia do córrego Feio;
 
- Reduzir em pelo menos 50% o aporte de sedimento e o assoreamento no exutório da bacia;
 
- Aumentar a recarga da água subterrânea, através do aumento da infiltração de água no solo, com o consequente aumento das vazões de estiagem do córrego Feio;
 
- Conscientizar produtores rurais e gestores públicos da importância da gestão integrada de recursos hídricos em bacias hidrográficas abastecedoras de água.

 

Compartilhar: Facebook
Copyrights © 2013 - Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: